Clique no PLAY para leitura automática do texto:

terça-feira, 11 de outubro de 2016

7 obras monumentais da civilização mundial destruídas pela guerra


7 obras monumentais da civilização mundial destruídas pela guerra


Além de ceifar a vida de milhares de pessoas, as guerras reduzem ao pó a infraestrutura dos locais afetados, incluindo o legado arquitetônico de civilizações milenares.


No caso de guerras como a do Afeganistão e do Iraque e, principalmente, conflitos que afetam o Oriente Médio, há 7 monumentos históricos que foram afetados para sempre. Conheça um pouco sobre cada um deles. 



Grande Mesquita de Samarra, Iraque: construída no século IX, já foi a maior mesquita do mundo. Foi bombardeada em 2005 durante um ataque da OTAN. 




Budas de Bamiyan, Afeganistão: foi considerado o legado mais espetacular da cultura budista. As maiores figuras de Buda do mundo foram destruídas pelos talibãs. 




Cidade Antiga de Bosra, Síria: capital do império árabe romano, possuía um grandioso teatro romano do século II, que sucumbiu ao bombardeio com morteiros. 




Grande Mesquita de Alepo, Síria: erguida em 715, já foi uma das maiores do mundo, até ser reduzida a escombros durante a guerra civil síria em 2013. 




Nimrud, Iraque: uma das cidades mais antigas da região, abrigo de estátuas monumentais e joias, foi saqueada após a invasão do Iraque em 2003. 




Túmulo de Jonas, Iraque: centro de peregrinação para cristãos e muçulmanos, a tumba do profeta foi destruída pelo ISIS em 2014. 




Palmira, Síria: uma cidade maravilhosa, declarada Patrimônio Mundial e que abrigou a arquitetura mais vanguardista de sua época, foi devastada pelo ISIS. 





Fonte: Codigo Nuevo




Nenhum comentário:

Postar um comentário