Clique no PLAY para leitura automática do texto:

sábado, 28 de maio de 2016

Indieflix ‘Netflix dos filmes independentes’ tem mais de 8 mil títulos e opções gratuitas


Indieflix ‘Netflix dos filmes independentes’ tem mais de 8 mil títulos e opções gratuitas


O surgimento das plataformas de streaming como a Netflix revolucionou a forma como assistimos a filmes e seriados, virando o mercado audiovisual de cabeça para baixo. No entanto, salvo poucas exceções, o conteúdo oferecido é basicamente o mesmo: produções ligadas às grandes distribuidoras. 


A verdadeira revolução digital passa necessariamente pelos realizadores independentes, formando um grande acervo da produção cinematográfica dos quatro cantos do mundo – é aí que entra o IndieFlix.

O serviço criado pela renomada figurinista Scilla Andreen tem como objetivo disponibilizar ao grande público os longas e curtas que normalmente só podem ser vistos em festivais, além de webseries e até mesmo programas de televisão antigos. São mais de 8.000 títulos de 25 países, todos em alta qualidade.

Quem assinar o Indieflix por 40 dólares/ano poderá navegar por um catálogo surreal: que tal um documentário tunisiano? Talvez um curta argentino? Ou uma comédia da Letônia? Há também possibilidades menos obscuras, como filmes exibidos nos renomados festivais de Sundance e Cannes. As opções parecem infinitas. Há, ainda, uma extensa coleção de filmes disponíveis gratuitamente – basta se cadastrar e apertar o play.


Além de fazer emergir conteúdos audiovisuais tão plurais, o IndieFlix tem como plataforma o apoio a produções que tenham enredos de transformação na sociedade. É o caso do filme “The Empowerment Project”, no qual cinco jovens saíram pela estrada em busca de histórias de mulheres bem-sucedidas.

De acordo com as contas de Scilla, cerca de 50 mil filmes independentes são realizados a cada ano. São vozes expressas em muitos idiomas, sempre com muito a dizer, mas ainda muito desencontradas para atingirem maior alcance. O objetivo do Indieflix não é apenas ampliar as suas opções de lazer, mas as suas percepções de mundo.







FONTES:

NEXTFLIX

INDIEFLIX

SUNDACE E CANNES

THE EMPOWERMENT PROJECT





Nenhum comentário:

Postar um comentário