Clique no PLAY para leitura automática do texto:

quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

PERÍODO MAIS LETAL DO HOLOCAUSTO TEVE 1,5 MILHÃO DE MORTES EM TRÊS MESES

PERÍODO MAIS LETAL DO HOLOCAUSTO TEVE 1,5 MILHÃO DE MORTES EM TRÊS MESES


Durante o período do Holocausto, que durou cerca de quatro anos, estima-se que quase seis milhões de judeus foram mortos pelos nazistas, o que corresponde a um terço da população judaica da época. 


No entanto, uma nova informação vem à tona: a de que um quarto dessas mortes teria ocorrido em um período de três meses.

Foi a conclusão a que chegou um estudo publicado recentemente na revista Science Advances, por Lewi Stone, especialista em matemática biológica da Universidade de Tel Aviv. Segundo ele, a Operação Reinhard, nome pelo qual ficou conhecido o período mais intenso de mortes em campos de concentração, aconteceu entre 1942 e 1943, quando 1,7 milhão de judeus foram mortos. Entre agosto e novembro de 1942, no entanto, a operação foi ainda mais acelerada, com 1,5 milhão de mortes, ou cerca de 15 mil por dia.


Oficiais nazis reúnem judeus no gueto de Varsóvia, em 1943. Muitos deles 
foram enviados para campos como o de Treblinka


Segundo o acadêmico, as vítimas eram geralmente transportadas para os campos de concentração e eram mortas assim que chegavam, o que impedia uma resistência organizada dos judeus. Como todos os registros da Operação Reinhard foram destruídos pelos nazistas, Stone recorreu aos dados compilados pelo historiador Yitzhak Arad, sobre 480 viagens de trem de judeus para os campos de Belzec, Sobibor e Treblinka.

A conclusão do estudo, de que 15 mil judeus eram mortos por dia nesse período de três meses, mostra que os meses de agosto a novembro de 1942 foram os mais sanguinários de todo o século XX, matando ainda mais pessoas por dia do que o genocídio de Ruanda, que dizimou 8 mil pessoas por dia em um período de 100 dias.



A batalha pela memória do holocausto


Fonte: Observador

Observador - Site Fonte


Leia também:

01 - Drone dobrável pesa apenas 250 gramas e pode revolucionar as selfies

02 - Conheça as lendas urbanas bizarras

03 - 11 clássicos do MS-DOS para jogar gratuitamente no seu navegador

04 - Índia inaugura a maior usina de energia solar do planeta

05 - Einstein acertou - cientistas provam que ondas gravitacionais existem

06 - 2 Mil Anos de Xadrez

07 - A Fera Sob a Pele de Um Gato - Natureza

08 - Game presta homenagem a Chuck Norris

09 - A Primeira Guerra Mundial, mesmo - Cruzadas

10 - Pompa nas alturas - Burj Al Arab - Dubai



COMPARTILHAR NO FACEBOOK:
http://bit.ly/29N4G84


COMPARTILHAR NO TWITTER:
http://bit.ly/29BNtyN



CHAT DO BLOG - http://bit.ly/2cWL4j4
www.publicadosbrasil.blogspot.com
Publicados Brasil no YouTube
http://bit.ly/1zIu2s4
http://num.to/6944-5525-7037


01 - 11 clássicos do MS-DOS para jogar - http://bit.ly/1P3vIVn
02 - Imagina ter 900 games de Arcade - http://bit.ly/1J25y0W
03 - Jogando NES OnLine - http://bit.ly/1M4IdTh
04 - 1.185 jogos de Mega Drive - http://bit.ly/1GSTaj2
05 - Ler Scans e Quadrinhos Digitais - Um mundo DIGITAL - http://bit.ly/2cYfdkS
06 - Poeira das Estrelas - Documentário - http://bit.ly/2eLj1ni
07 - Retrô - Relembre as caixas de videogames e jogos lançados no Brasil - http://bit.ly/2hDNdEi
08 - Cachorro-quente no espetinho - Lanche da tarde - http://bit.ly/2lwFSEJ
09 - Coleção Saiba Mais - Completa - http://bit.ly/2lBVIyO
10 - Compilação de 4226 Postagens - 16/02/2017 - http://bit.ly/2lZYwoQ
11 - Literatura Clássica Brasileira - LIVROS ONLINE - http://bit.ly/2ne9ngz
12 - As 5564 Cidades do Brasil - http://bit.ly/2mykDTg
13 - JogosRBL4 - Jogos Retro grátis no seu PC - http://bit.ly/2uLgDHd
14 - JogosRBL6 - Agora com Playstation One - http://bit.ly/2gjEatl
15 - 945 Filmes Legendados - Coleção Setembro de 2017 - http://bit.ly/2wOM0Ra
16 - Coleção 656 CD-ROM's - Outubro de 2017 - http://bit.ly/2AiD72n
17 - Playstation One Collection - 1391 Games - http://bit.ly/2FkMp3I
18 - Armazenador de Arquivo - https://bit.ly/2JdMfNF

http://bit.ly/1zIu2s4

http://num.to/6944-5525-7037




Nenhum comentário:

Postar um comentário