Clique no PLAY para leitura automática do texto:

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Cientologia: conheça a religião que une busca espiritual e controle mental


Cientologia: conheça a religião que une busca espiritual e controle mental


Cientologia é uma filosofia diferente, criada pelo escritor de ficção científica L. Ron Hubbard, que definiu o conceito como uma busca espiritual e religiosa 

centrada nos princípios de autoconhecimento e autoaperfeiçoamento.



Os princípios da Cientologia foram publicados pela primeira vez no livro “Dianética: A Ciência Moderna da Saúde Mental”, de 1950, escrito por Hubbard. A obra 

resume a filosofia da Cientologia como a necessidade de acabar com a tristeza, que teria origem no cultivo de memórias negativas. Hubbard chama essas 

lembranças ruins de “engramas”, sendo que engramas são capazes de influenciar a mente de uma pessoa, fazendo com que ela repita comportamentos destrutivos.

Cientologistas acreditam também que, além do pensamento, é preciso cuidar da essência espiritual do ser humano, conhecida como thetan. O domínio “pleno” da 

Cientologia é atingido quando a pessoa compreende os vários níveis de conhecimento associados com os “thetans operacionais”. Nesse ponto, o cientologista 

seria capaz de atingir um grande poder de controle apenas com a mente.



Uma das grandes críticas relacionadas à Cientologia não é em relação à sua filosofia de controle mental e zelo espiritual, mas com o fato de que não basta 

simpatizar com os ideais defendidos por Hubbard: para participar das reuniões, é preciso pagar pelas “sessões de auditoria” e pelas instruções para alcançar 

o nível superelevado de autocompreensão.

Há também quem critique a Cientologia pelo fato de que, como ela é uma religião, a Igreja da Cientologia é isenta do pagamento de impostos, por exemplo. Além 

disso, os cientologistas têm uma política de intolerância contra qualquer membro que aja fora dos padrões previstos por Hubbard.

O fato é que a Cientologia ainda é uma filosofia nova e, por isso, apesar das contradições que a cercam, novos adeptos procuram fazer parte da rotina 

cientologista com frequência. Entre os cientologistas famosos podemos citar Tom Cruise, Kirstie Alley e John Travolta. Em 2001, de acordo com um levantamento 

feito pela Universidade de Nova York, havia pelo menos 55 mil cientologistas nos EUA. Acredita-se que o número de membros ativos no mundo chegue a 200 mil. 

FONTE(S)Live Science 





Nenhum comentário:

Postar um comentário