Clique no PLAY para leitura automática do texto:

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Encontrados restos de soldados sacrificados por astecas na Conquista do México


Encontrados restos de soldados sacrificados por astecas na Conquista do México


Uma equipe de arqueólogos encontrou os restos dos soldados que acompanharam Hernán Cortés na expedição que o escoltou durante a Conquista do México e que teriam sido sacrificados pelo Império Asteca, no início do século XVI. 


O achado aconteceu no sítio arqueológico Sultepec Tecoaque, uma área ocupada pelos acolhuas, entre 1300 e 1520 d.C., localizada no noroeste da atual Cidade do México. Lá, foram encontrados os restos mortais dos soldados do conquistador Hernán Cortés, que liderou a expedição que pôs fim ao Império Asteca. 

Os especialistas acreditam que os aborígenes acolhuas, uma tribo do centro do México, sacrificaram mais de 500 pessoas até o ano de 1520, as quais eram, em grande maioria, membros da expedição que acompanhou o conquistador europeu na derrubada de Tenochtitlán. - Segundo Enrique Martínez, do Instituto Nacional de Antropologia e História do México, além dos soldados espanhóis, a caravana era composta por entre negros, cafuzos e mulatos, provavelmente trazidos de Cuba. 

Calcula-se que, a princípio, o grupo ficou preso em um cativeiro por muito tempo. Dessa forma, os respectivos sacrifícios foram regulados em função do calendário asteca e de suas múltiplas festividades. Alguns foram colocados em altares e outros exibidos como troféus de guerra em espaços públicos. 


Fonte: RT 


Nenhum comentário:

Postar um comentário