Clique no PLAY para leitura automática do texto:

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Revista 'Time' escolhe fundador do Facebook como pessoa do ano 2010

15/12/2010 11h26 - Atualizado em 15/12/2010 13h22

Revista 'Time' escolhe fundador do Facebook como pessoa do ano 2010
Para a publicação, pessoa do ano é quem mais influenciou fatos no periódo.
Editor anunciou vencedor durante o programa 'Today', da TV NBC.


A revista norte-americana 'Time' nomeou nesta quarta-feira (15) Mark Zuckerberg, fundador do site de relacionamentos Facebook, como a pessoa do ano de 2010.

Aos 26 anos, Zuckerberg é a segunda pessoa mais jovem já escolhida pela ‘Time’. Em 1927, o aviador norte-americano Charles Lindbergh havia sido nomeado aos 25 anos.

“Ser escolhido a pessoa do ano pela ‘Time’ é uma grande honra e um reconhecimento de que nossa pequena equipe está construindo algo que milhões de pessoas querem usar para fazer do mundo um lugar mais aberto e conectado. Estou feliz por fazer parte disso”, agradeceu Zuckerberg em sua página no próprio Facebook.

Facebook cria mapa que mostra os laços de amizade pelo mundo
Entre os candidatos deste ano, Zuckerberg bateu personalidades notáveis, como o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, e o presidente do Afeganistão, Hamid Karzai.

Segundo o jornalista da "Time" Lev Grossman, que escreveu o perfil de Zuckerberg para a revista, “ele foi premiado por conectar mais de 500 milhões de pessoas e mapear as relações entre elas; por ter criado um novo sistema de compartilhamento de informações e por ter mudado a forma como vivemos hoje”.

A Time define pessoa do ano como alguém que, para melhor ou pior, fez o máximo para influenciar os fatos do ano. O editor da Time, Richard Stengel, anunciou o vencedor durante o programa 'Today', da TV NBC.

No ano passado, Ben Bernanke, presidente do Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano), foi escolhido a pessoa do ano. Em 2008 o nomeado foi o presidente dos EUA, Barack Obama.

A Time informou que Assange foi o vencedor da eleição feita pela internet, seguido pelo primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, e pela cantora Lady Gaga. Porém, a revista afirma que ele não foi o vencedor em todos os aspectos, já que Lady Gaga recebeu 65,508 votos no Facebook e Assange, 46,787.

Na quarta-feira, a revista Forbes estimou a fortuna de Zuckerberg em US$ 6,9 bilhões. Em novembro, Zuckerberg apareceu no 40º lugar na lista das pessoas mais poderosas do mundo. Além disso, o filme "A Rede Social", que narra a história de como Zuckerberg criou o Facebook, recebeu seis indicações ao Globo de Ouro, como de melhor filme dramático, diretor e ator.

Nenhum comentário:

Postar um comentário